Gestalt-terapia com Casal e Família
Objetivo Geral
Gestalt-terapia com Casal e Família

- Relacionamento íntimo; - Casal na pandemia; - Alianças (saudáveis e disfuncionais); - Identificação (como esse casal se encontra - figura, vínculo conjugal, historicidade - fundo); - Fronteira (segundo Joseph Zinker e Michael V. Miller); - Camadas da Neurose (introjeção, projeção, confluência, retroflexão e egotismo), descrição das formas / características; - Fluidez no fluxo figura fundo (Michael V. Miller); - Polarização nos relacionamentos (Ansiedade de abandono e engolfamento); - Sistema íntimo ( Polo eu, Polo nós o entre e, a busca pelo equilíbrio entre os polos); - Batalhas nos relacionamentos (terapeuta olhar e aprender sobre as duas histórias); - Mudança e construção (terapia de casal como forma de transformar a luta competitiva em ajuda mútua - cooperação); - Introjeção, projeção, confluência, retroflexão e egotismo (Formato saudável, disfuncional e formas de manejo clínico); - Olhar do terapeuta para o casal (dinâmica de funcionamento, se relacionam, o que funciona, o que se destaca, onde se empacam). A forma versus o conteúdo do casal; - Pensamento Diagnóstico processual; - Intervenções, tarefas e desafios do terapeuta de casal; - Objetivos do processo terapêutico (observar, ouvir, ampliar a awareness do processo, observar as fontes de nutrição e as tóxicas, olhar para a dor dos dois, despertar o saudável, fluidez no processo de contato); - Atitudes do terapeuta (intervir com coragem, observar o modo como interagem - dados fenomenológicos, relatar o que é evocado em si, olhar competências e fraquezas, não priorizar um ou outro, olhar o conteúdo e, deixar claro que ninguém fala por outra pessoa e ninguém tem permissão para interromper o outro; - Recursos para trabalhar com casais; - Realização do contrato terapêutico com o casal (nunca atender individualmente).